Geração X


Olá Visitante, você não está logado...
Por favor efetue seu Login.

Se ainda não possui cadastro, aproveite é grátis e muito divertido estar entre os membros dessa comunidade!!!

Seja Bem Vindo...

Assistencialismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Assistencialismo

Mensagem por Lara em Ter Jan 11 2011, 13:52

Achei pertinente pensar nas atitudes assistencialistas.
É certo que estamos sempre reclamando do governo (assim como foi citado no tópico: longe do governo ideal), mas aí é que tá, quando alguma coisa é feita, o povo peida na farofa. Prestem atenção, aconteceu no Ceará.

Como o setor têxtil é de vital importância para a economia do Ceará, a demanda por mão de obra na indústria têxtil é imensa e precisa ser constantemente formada e preparada.
Diante disso, o Sinditêxtil fechou um acordo com o Governo para coordenar um curso de formação de costureiras.
O governo exigiu que o curso deveria atender a um grupo de 500 mulheres que recebem o Bolsa Família. De novo: só para aquelas que recebem o Bolsa Família.
O importante acordo foi fechado dentro das seguintes atribuições: o Governo entrou com o recurso; o SENAI com a formação das costureiras, através de um curso de 120 horas/aula; e o Sinditêxtil, com o compromisso de enviar o cadastro das formadas às inúmeras indústrias do setor, que dariam emprego às novas costureiras.
Pela carência de mão obra, a idéia não poderia ser melhor.
Pois bem. O curso foi concluído e, com isso, os cadastros das costureiras formadas foram enviados para as empresas, que se prontificaram em fazer as contratações.
E foi nessa hora que a porca torceu o rabo, gente. Anotem aí: o número de contratações foi ZERO. Entenderam bem? ZERO!
Sem nenhum exagero. O motivo? Simples. Embora triste e muito lamentável, como afirma com dó, o diretor do Sinditêxtil: todas as costureiras, por estarem incluídas no Bolsa Família, se negaram a trabalhar com carteira assinada. Para todas as 500 costureiras que fizeram o curso, o Bolsa Família é um benefício que não pode ser perdido.
É para sempre. Nenhuma admite perder o subsídio.
SEM NEGÓCIO.
Repito: de forma uníssona, a condição imposta pelas 500 formadas é de que não se negocia a perda do Bolsa Família. Para trabalhar como costureira, só recebendo por fora, na informalidade. Como as empresas se negaram, nenhuma costureira foi aproveitada.

É isso aí... as coisas funcional assim no Brasil. Legal né?

_________________
'Look into my eyes...
You will see what you mean to me, Search your heart, search your soul.
And, when you find me there, you'll search no more'
avatar
Lara
Moderadora
Moderadora

Mensagens : 166
Idade : 24
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por Tosta em Ter Jan 11 2011, 15:50

O programa Bolsa Família tem recebido críticas à esquerda e à direita. A principal acusação é que ele seria um programa assistencialista. Na verdade o programa Bolsa Família como qualquer programa focalizado nos mais pobres é um programa de assistência social. No dicionário Aurélio o termo “assistência social” é definido como “serviço gratuito, de natureza diversa, prestado aos membros da comunidade social, atendendo as necessidades daqueles que não dispõem de recursos suficientes”. Assistencialismo, que por sinal não consta no dicionário, é na verdade uma deformação na prestação da “assistência social”, envolvendo troca de favores e critérios pouco claros na forma de seleção dos beneficiários.

Portanto, um programa assistencialista é um programa de “assistência social” utilizado como mecanismo de troca de favores. Como a crítica ao Bolsa Família não se baseia apenas em numa crítica à forma de gestão, mas sim à própria natureza do programa, pode-se concluir que o que se questiona é a “oportunidade” de se ter um esse tipo de programa no Brasil. Nessa(s) visão(ões) crítica(s) o programa seria ruim por: 1) acomodar o pobre que não buscaria mais trabalho e ascender socialmente e 2) desperdiçar dinheiro público com assistência quando o que importa é gerar emprego e renda, única maneira de tirar a população da pobreza.

Eu particularmente conheço os dois lados desta moeda, tenho vizinhos que recebem estes subsídios e necessitam do mesmo para viver e já outros que fazem como o exemplo citado acima pela Lara. Recebem porque se recusam de buscar trabalhos regulatizados e melhoram suas rendas com o tal bolsão.

E não só bolsa família como citado acima, mais auxilio gás, bolsa escola, vale gás e bolsa alimentação....

Dar dinheiro aos mais pobres é uma idéia tão ruim assim?

Não que seja... Mas ao meu ver o trabalho dignifica o homem e poder comprar minhas prórpias coisas com o dinheiro de meu esforço é bem melhor do que receber uma ajuda porque estou a margem da sociedade...


Pior é imaginar que existem pessoas que não se enquandram nesse perfil e usam de "maracutaias" para entrar nessa "esmolinha nossa de cada dia..." (Lixos da sociedade...)

O chamado “efeito-preguiça” carece totalmente de base real. Em primeiro lugar, o benefício é muito baixo para ter impactos significativos sobre a oferta de trabalho. É difícil imaginar que com uma beneficio mensal de no máximo R$ 95,00 (o que equivale na melhor das hipóteses a uma renda per capita de no R$ 23,70, isto é, a renda de um domicílio com um adulto e 3 crianças) o(s) membro(s) adulto(s) daquele domicílio se retiraria(m) do mercado de trabalho ou abandonariam suas atividades de subsistência. Além disso, as evidências empíricas baseadas em avaliações experimentais de programas similares, como o Progresa/Oportunidades no México, mostram que o impacto é nulo sobre a oferta de trabalho dos beneficiários.

Abçs.
Excelente tópico

_________________
Status
Lvl. 7 - 203/1000
Last Update - 21/03/2011 - 16:44hs
Additional Information -
Corpo leve como um algodão...
avatar
Tosta
Administrador
Administrador

Mensagens : 391
Idade : 28
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

http://geracaox.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por Rogermalatiko em Ter Jan 11 2011, 19:26

Pois é, Lara esse é o grande Brasil onde nao sabemos ou melhor dizendo a grande maioria nao sabe o que quer nem o que decidir diante de tamanha oportunidade e acredito eu que nao so pelo motivo de nao querer perder a Bolsa, mas acrecento tambem sem medo nenhum de errar:
Maridos machistas que nao aceitam a esposa trabalhar fora,
Medo de perder a mordomia de receber para ficar parado,
Desenteresse nato por tudo e o simplisfato de querer fala mal,
E o principal a falta de postura moral que se deve ter por respeito a si mesmo.
avatar
Rogermalatiko
Chegando Lá
Chegando Lá

Mensagens : 225
Idade : 28
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

http://twitter.com/rogermalatiko

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por Tosta em Ter Jan 11 2011, 22:07

Longe de mim causar discordia no coração das pessoas...
Mas só pra exemplificar um pouco mais do que eu disse acima:

Outros que fazem como o exemplo citado acima pela Lara. Recebem
porque se recusam de buscar trabalhos regulatizados e melhoram suas
rendas com o tal bolsão.

Um dos maiores escandalos envolvendo essas bolsas "esmolas" é:


A costureira Cleusa Soares Massafera, mãe de Grazielli Massafera, que ficou conhecida ao participar do programa Big Brother Brasil é uma das 3.204 beneficiárias do Bolsa Família em Jacarezinho, no Norte do Paraná. O programa federal de transferência de renda é destinado a famílias em condição de pobreza e extrema pobreza. A costureira reside em uma casa de alto padrão, num dos bairros mais nobres de Jacarezinho, presente que ganhou da filha. Grazi, como é conhecida, tem contrato com a Rede Globo até 2010. Ano passado ela recebeu um cachê de R$ 700 mil para posar nua na revista Playboy. Estima-se que para ir a uma festa a atriz receba cachê de R$ 15 mil. Ela faz cerca de três desfiles por mês e em média cobra R$ 30 mil para pisar na passarela. O mesmo valor também é cobrado para aparecer em catálogos de moda.

_________________
Status
Lvl. 7 - 203/1000
Last Update - 21/03/2011 - 16:44hs
Additional Information -
Corpo leve como um algodão...
avatar
Tosta
Administrador
Administrador

Mensagens : 391
Idade : 28
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

http://geracaox.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por ChronoX em Qua Jan 12 2011, 00:57

Acho que com tudo isso o governo deveria analizar commais rigor esse tipo de coisa para que aspessos que realmente merecem reba o benefício. No nosso país as pessoas aprenderam de tudo para sair dos momentos de dificuldade, mas as pessoas esqueceram de que existem pessoas que ficam prejudicadas com isso.
avatar
ChronoX
Chegando Lá
Chegando Lá

Mensagens : 110
Idade : 28
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por Lara em Qua Jan 12 2011, 12:37

Percebi que o problema não é trabalhar pra ganhar o que se ganha parado, não. Se fosse assim não daria mesmo, assim como disse o Raul:
É difícil imaginar que com uma beneficio mensal de no máximo R$ 95,00 (o que equivale na melhor das hipóteses a uma renda per capita de no R$ 23,70, isto é, a renda de um domicílio com um adulto e 3 crianças) o(s) membro(s) adulto(s) daquele domicílio se retiraria(m) do mercado de trabalho ou abandonariam suas atividades de subsistência.
O problema é que as 'bonitonas' querem trabalhar na informalidade pra poderem continuar recebendo, entendeu? Não querem um emprego fixo, carteira assinada, tudo direitinho, preferem ganhar por fora...
Quanto ao merecimento, é muito complexo... não sei o que dizer... só realizando um estudo de caso, muito, mas muito aprofundado das famílias.
Por exemplo, num cadastro pra receber as 'bolsas tudo' a pessoa declara renda (a que pode ser comprovada) e se não houver contracheque ela declara através de um contador que recebe 'x' ('x' é pouco). E é aprovada para reber. Mas pode trabalhar informalmente como traficante ou garota de programa e ganhar rios de dinheiro. Como pode ser analisado o merecimento nesse caso?... é difícil...

_________________
'Look into my eyes...
You will see what you mean to me, Search your heart, search your soul.
And, when you find me there, you'll search no more'
avatar
Lara
Moderadora
Moderadora

Mensagens : 166
Idade : 24
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por Tosta em Qua Jan 12 2011, 12:49

O problema é que as 'bonitonas' querem trabalhar na informalidade pra poderem continuar recebendo, entendeu? Não querem um emprego fixo, carteira assinada, tudo direitinho, preferem ganhar por fora...

Imagina que se você ganha 510 trabalhando todo mês com carteira assinada... e pode receber 510 + 95 trabalhando do mesmo jeito porém sem carteira assinada você vai preferir o que???

Elas preferem não trabalhar com carteira assinada porque senão perdem o "benefício" é simples...

Agora sobre...

Por exemplo, num cadastro pra receber as 'bolsas tudo' a pessoa declara
renda (a que pode ser comprovada) e se não houver contracheque ela
declara através de um contador que recebe 'x' ('x' é pouco). E é
aprovada para reber. Mas pode trabalhar informalmente como traficante ou
garota de programa e ganhar rios de dinheiro. Como pode ser analisado o
merecimento nesse caso?... é difícil...

Estamos no Brasil... Quem realmente merece não tem nem se quer condições de juntar toda essa documentação para dar entrada no pedido...

Existe algo que me encomoda por aqui: Burrocracia...

_________________
Status
Lvl. 7 - 203/1000
Last Update - 21/03/2011 - 16:44hs
Additional Information -
Corpo leve como um algodão...
avatar
Tosta
Administrador
Administrador

Mensagens : 391
Idade : 28
Geração X Evolution System 1.0

Atuação no Fórum :

http://geracaox.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Assistencialismo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum